Topo
O Mundo Mudou

O Mundo Mudou

Tudo que você pensar em criar, já existe na natureza

Daniela Klaiman

31/10/2019 04h00

Sou curadora do TEDxMauá há oito anos e, em uma talk da edição deste ano, ouvi a seguinte frase da engenheira de produção Giane Brocco. "Para qualquer coisa, se fizermos a pergunta certa, a natureza terá a resposta".

Parece um pouco demais encontrar na natureza resposta para todas as nossas dúvidas e problemas, mas esse é o conceito da chamada biomimética, uma ciência que estuda a inovação com base na natureza. E ela faz todo sentido!

Sabe aqueles braços robóticos de fábricas de carro? Novos modelos vêm sendo desenvolvidos inspirados em trombas de elefantes. As trombas possuem 40 mil músculos de alta flexibilidade, o que possibilita liberdade de movimento e versatilidade de controle e precisão. Esses braços podem impactar e muito na produtividade da indústria.

Crédito: Festo

Nos meios de transporte, temos o conhecido trem-bala no Japão, que recebeu um upgrade quando um dos engenheiros se baseou na aerodinâmica do bico do Martim-Pescador para minimizar o som alto produzido pelo transporte que viaja a 300 km/h.

Crédito: Unsplash e Flickr

E vocês? Gostariam de encontrar soluções para quê? O Biomimicry Institute (instituto de Biomimética), criou uma página que se chama asknature.org em que você pode, por meio de perguntas, buscar soluções de como poderíamos, por exemplo, distribuir recursos de maneira mais eficiente, nos proteger de ameaças ou realizar voos com menos turbulência.

Biomimética e o futuro da humanidade

Me perguntei também o que gostaria de solucionar. Acho que boa parte das pessoas, como eu, deve pensar na conjuntura política e social do mundo. Fui procurar por isso e encontrei informações não necessariamente idênticas, mas igualmente importantes: como sobreviver aos problemas que acompanham as vidas urbanas de hoje? Aglomerados urbanos, população em constante crescimento, altos níveis de poluição, lixo, fast foods, trânsito são consequências do hiperdesenvolvimento.

Segundo matéria da revista Wired de outubro deste ano, os animais, plantas e micróbios sobrevivem e têm se adaptado ao seu ambiente, não importa o quanto estejamos ou o transformemos para pior.

Pesquisadores têm observado mudanças em ratos, lagartos, pombos, morcegos ao redor do mundo, que evoluíram rapidamente diante da realidade urbana. Os animais apresentaram membranas celulares mais rígidas que podem afastar o calor, sistemas digestivos que podem absorver lixo com alto nível de açúcar, alteração em membros e torsos que aumentam a agilidade no asfalto ou em córregos de dutos poluídos.

Diante das peculiaridades da vida moderna, é triste observar que teremos que aprender com as adaptações de animais que estão em busca da sobrevivência. Enquanto os animais se ajustam ao que impomos a eles, nós tentamos aprender como nos podemos nos preparar para o futuro hostil que estamos armando para nós mesmos.

Sobre a Autora

Futurista formada em tecnologia e futurismo pelo TIP – Transdiciplinary Innovation Program da Universidade de Jerusalém. Expert em Consumer Behavior and Trends Research, Pós-graduada em Coolhunting & Trends pela Universidade de Barcelona e foi diretora de Planejamento e Consumer Insights da Box1824 durante 5 anos. Consultora e palestrante nas áreas de inovação, pesquisa de mercado, desenvolvimento de produtos, comportamento do consumidor e transformação digital, atua junto a grandes empresas mostrando o que elas devem fazer para sobreviver a esse novo mundo que vivemos e mudanças rápidas. Co-fundados de 2 startups: Unpark e WinWin.

Sobre o Blog

É possível analisar o futuro por 2 ângulos diferentes: aquele mais imediato, que prevê os acontecimentos dentro de 0 a 5 anos e é estudado e aprendido através do comportamento das pessoas; e outro ângulo mais longínquo, que enxerga um intervalo de tempo de 5 a 50 anos e que é totalmente baseado no desenvolvimento e uso da tecnologia. A ideia desse blog é justamente analisar os dois futuros juntos e entender como a tecnologia vai influenciar nossas vidas e como a forma como vivemos e nossos valores influenciam a tecnologia, atingindo um balanço complexo, porém em linguagem simples e quase chula, para que todos possam começar a pensar no futuro e entender que somos nós os responsáveis por construir um cenário positivo para todos. Ou não. O futuro está em nossas mãos e é um assunto urgente de ser tratado hoje.

O Mundo Mudou